A Primeira Vez que comprei um Rato-Robô-que-usa-óculos-dos-anos-oitenta

Na verdade era para ser uma comédia, mas acabou virando algo totalmente bizarro e sem graça. Mas nada que impeça que eu compartilhe a minha mente estranha.

Eu me refiro à mania que era algo super comum aqui na cidade de 100Nome, de comprar e utilizar o esplêndido serviço dos Ratos-Rôbos(-que-usam-óculos-escuros-dos-anos-oitenta). Eu me lembro como se fosse ontem da primeira vez que comprei um deles, e o pior mesmo é que isso na verdade aconteceu amanhã de anteontem.

Eu estava caminhando à pé segurando barbante que levava o meu carro Dodge Viper colorido com um “s∞” em ambos lados, com borda de 16,4m² de cor azul e uns 8,2m² de quadrados brancos em volta como efeito, pra deixar bem no grande estilo, o que não é qualquer um que faz: é necessário uma grande experiência em design e ainda mais ter lido o grande manual do maior designer do mundo. O nome dele é tão importante que não pode ser usado em vão nessa incrível história que estou contando sobre a minha incrível compra de um Rato-Robô-que-usa-óculos-escuros-dos-anos-oitenta.

Primeiramente, eu me perdi no centro da cidade, é muito grande, possui 4 quadras, e aí qualquer um se perderia. Só depois de eu ter encontrado um orelhão que na verdade era um celular que roubei de um cachorro, eu pude ligar ao número da agência de telefones para perguntar como estava o filho da dona Maria. É que sem ele, a minha vida ficaria sentido. É que ele é o veterinário do meu Discman que lê fitas chamado Tido. Depois de ter a certeza que está tudo bem, olhei para o céu e pensei que tudo iria dar certo, que eu só me perdi por falta de atenção. Depois disso, as nuvens se fecharam e caiu um raio bem do meu lado. Depois de olhar friamente para a cratera, eu continuei andando.

Eu então, finalmente encontrei a loja, que na verdade ficava ao extremo sul da cidade vizinha, nada como uma rápida caminhada de 747km ajudasse. Além do mais, quando cheguei na loja, passei em uma açougaria de pães e nem consegui me ver no espelho de tão fino que fiquei, deve ser um bug. Pense comigo, em uma açougaria de pães, o espelho realmente deveria ter vindo com bug, onde já se viu algum espelho decente em açougaria de pães? Eu nunca.

A lojinha ficava debaixo da terra, da qual ficava em cima de um alfinete que ficava sob o lençol freático. Foi difícil encontrar a escada, já que não tinha. Mas, como uma pessoa determinada que sou, estava certamente certo de certeza de que eu compraria o meu futuro Rato-Robô-que-usa-óculos-escuros-dos-anos-oitenta!

Fui logo atendido da melhor forma possível: com um tiro de uma shotgun e uma mensagem agradável de voz totalmente melosa de uma mulher que estava de recepcionista ouvindo música com uma DesertEagle “No que posso ajudar?”. Eu fiquei maravilhado com o grande estilo que a casa tinha. Mesmo sangrando um pouco, eu não me importava, eu pude responder com total energia: “Eu quero comprar um Rato-Robô-que-usa-óculos-escuros-dos-anos-oitenta!”

A gentil moça então me respondeu claramente: “O quê?” e não me recordo se ela deu mais um tiro, eu estava começando a perder os sentidos. Eu respondi novamente: “Eu quero comprar um Rato-Robô-que-usa-óculos-escuros-dos-anos-oitenta!”. Ela respondeu: “Só temos apenas um desse modelo, mas como você é uma pessoa determinada e forte, já que aguentou dois tiros da bazuca que o Osama Bin Laden usou pela última vez, podemos vender para você.”. Espera... Então fui enganado! Eu pensei que levei um tiro de shotgun e nem me importei com isso, mas como foi na verdade um tiro de bazuca, eu deveria ter pensado duas vezes antes de querer levar um tiro. É humilhante levar um tiro e não saber realmente de qual arma a bala pertencia.

Então ela me fez uma promoção muito boa: um preço igual ao preço da bicicleta do jogo Pokémon Yellow. Foi barato, uma pechincha, ninguém jamais recusaria. Eu realmente pensei que fosse mais caro, já que dizem que o serviço do Rato-Robô-que-usa-óculos-escuros-dos-anos-oitenta é muito bom. Eu paguei em fichas de fliperama e peguei o Rato-Robô-que-usa-óculos-escuros-dos-anos-oitenta e fui embora.

Só nessa hora que eu lembrei que eu tinha levado dois tiros de bazuca. Não me lembro ao certo se eu desmaiei por fome, já que percorri os 747km sem comida e bebida, é que eu já estava satisfeito. Só sei que, eu estou com o meu Rato-Robô-que-usa-óculos-escuros-dos-anos-oitenta.

Compartilhe:

3 comentários:

  1. Porque será que de algum jeito eu sabia que esse conto era seu? ._.
    E entendi porque ele tá bizarro, você fez ele em 15 minutos .___.

    ResponderExcluir

Hey! Se quiser, comenta aí!